Quadro de Histórias

Quadro comparativa de histórias indicadas para a primeira e segunda infâncias.

Como vimos nos artigos e aulas anteriores sobre as fases infantis, as histórias são escolhidas de acordo com as características de cada fase de desenvolvimento.

Porém, as características são gerais, sem levar em consideração diversos pontos, tais como IDH, acesso a educação e cultura, fatores de desenvolvimento psicossocial familiar, comorbidade e limitadores não mapeados.

Cada contador deve adaptar suas ações à plateia.

de 0 a 18 meses

de 03 a 06 anos

Acima vimos um quadro bem simples, já bem divulgado e conhecido pela maioria dos educadores e também muito útil para contadores de histórias.

Abaixo, meu quadro, de acordo com minhas experiências e práticas.

Na plataforma do curso online, vou abordar grupos amplos, de acordo com minha experiência em locais abertos, shoppings, livrarias, escolas públicas e particulares em que realizo ações de contação de histórias.


O Artigo acima faz parte integral do “Curso de Contação de Histórias” da Cia ArtePalco. Não pode ser reproduzido, copiado, ou utilizado sem prévia autorização.

INSCREVA-SE: Se deseja participar do curso, inscreva-se em aqui.

9 thoughts on “Quadro de Histórias”

  1. Texto importante pois nos direciona com relação ao entendimento dos pequenos com relação a história… gostei muito

    1. Nesse texto existe várias dicas de como devemos relacionar as histórias com a faixa etária. É uma coisa que devemos nos atentar .

  2. Texto muito bom ! Uma forma mais simples e objetiva de entendermos qual o caminho deveremos traçar corretamente para obtermos o resultado , mas não qualquer resultado, o resultado proveniente para a faixa etária. Sem expectativas além da realidade da mesma.

  3. Muito bom o texto. Esses quadros trazem mais entendimento para narração de histórias, para cada faixa etária. Fazendo com que a gente aprenda a contar histórias certas de acordo com a faixa etária de cada criança.

  4. O teatro para uma criança tem ser igual ao de um adulto, só que melhor, porque a criança ainda está na fase de desenvolvimento.
    Cada faixa etária tem um determinado texto, que fala mais ou ao intelecto ou ao sentimento.
    A partir dos 3 meses que a criança está no útero, ela já tem a percepção do som, e quando ela nasce o som a chama primeiro. Uma criança recém-nascida de três meses em diante até seus nove meses beirando a um ano, já podemos colocar a criança para tocar no livro bem colorido, para estimular a ela a virar a página e a cada virada de página um som um e palavra diferente vai falando em voz alta para a criança escutar e guardar a imagem sonora daquela palavra, ela vai criando uma memória, e essa memória vai ser resgatada toda vez que ela escutar a palavra.
    A primeira infância, será a fase da imitação, sonora e pictórica. Vai desde do nascimento até os 03 anos de idade.
    A segunda infância, é marcada pelo domínio da lateralidade, a socialização, a cognição e a percepção de si. Vai dos 03 anos de idade até os 6 ano.
    A terceira infância, é marcada pela fase da alfabetização escolar e pela fase do encantamento. Vai dos 6 anos de idade até os 9 anos.
    A escolha do história é essencial, desde o nascimento até os nove anos.

  5. Muito proveitoso este artigo, pois nos da base para as nossas escolhas, quando formos contar histórias para as crianças. Não ficaremos perdidas ou desanimadas com relação às nossas escolhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *