Interferências de Execução

Cenografia baio de bichos - contação de história
Elementos do espetáculo “”Balaio de Bichos” da Cia ArtePalco

Como vimos, esse tipo de interferência está ligado ao próprio narrador, como ele organiza, projeta e se prepara para a contação de história. O tema “A Preparação do Contador de Histórias” é estudado em um curso presencial.

Um dos principais problemas que acontece por  causa da organização do narrador é o esquecimento, seja de material, ou do texto. No caso do material, ou se esquece de levar ao evento, ou tirar do carro, ou dentro de um lugar não acessível durante a contação. Para minimizar esse inconveniente, o uso da “lista de checagem” (Checklist)  é a mais usual.

Checklist

– Lista de material usado, ou necessário para a realização de um trabalho.

A lista de checagem é dividida em três tipos: material cênico, recursos técnicos e de uso do narrador. Abaixo, um exemplo baseado na história “Os Três Porquinhos”:

As listas de checagem podem ser detalhadas e subdivididas. Poderíamos ter uma só para figurino, outra só para maquiagem, por exemplo.

Também, de acordo com a distância que o contador irá se deslocar até chegar ao local da contação, pode ser necessário  fazer uma lista de viagem que preveja hospedagem, alimentação, manutenção preventiva do carro. Cada situação demandará a construção específica das listas de checagem.

Nas aulas anteriores, discorremos sobre vários assuntos ligados a esse tópico e a partir da aula anterior, estamos construindo um plano de contação e histórias no qual as interferências ligadas ao contador são contempladas.

Sugiro uma revisitação às aulas anteriores, caso haja necessidade, para extrair elementos que auxiliem na compreensão desse tópico.


Ao final da aula, mais informações para a criação do plano de uma contação de história. Os detalhes, tais como texto, formato e como enviar para sua avaliação final estarão na “rota de aprendizagem” .(os exercícios, plano de aula e vídeos são exclusivos para alunos do curso.)


O Artigo acima faz parte integral do “Curso de Contação de Histórias” da Cia ArtePalco. Não pode ser reproduzido, copiado, ou utilizado sem prévia autorização.

INSCREVA-SE: Se deseja participar do curso, inscreva-se em aqui.

5 thoughts on “Interferências de Execução”

  1. No tema Interferência de execução, percebemos que o narrador deve estar atento aos mínimos detalhes antes de iniciar sua contacao. Ou seja, qualquer esquecimento, seja de material que vai usar, ou seja até mesmo na fala, podem atrapalhar o desempenho da encenação. Portanto, o profissional deve se atentar a todos os detalhes, para que seu público não perca o foco durante a história.

  2. o contador de histórias precisa ser organizado e preparado para as interferências, se isso acontecer em algum momento da história o contador precisa dar atenção, mas pedir que preste atenção para não perder o foco da narração.

  3. A interferência deve semore ser levada em.conta, pois ela sempre estará lá por menor que seja . O contador deve ter criatividade e previsibilidade p.lidar c tal.

  4. O planejamento do evento é essencial para uma boa apresentação da contação de histórias. Conhecer o ambiente, a faixa etária, a escolha da história, dos recursos e as técnicas que serão empregadas no evento. Organizando tudo isso, o contador terá uma menor interferência na execução da contação de história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *