Disposição do Espaço

Muito do sucesso da narrativa está em planejar e acertar as marcações e desenvolvimento da narrativa. Ter o domínio do espaço, conhecer a sua dinâmica e “mapear” a disposição do espaço cênico e de extensão dramática, podem emprestar a sessão maior fluidez a narrativa. Saber onde estão cada coisa e recurso que serão necessários antes, durante e pós-apresentação poderá livrar o narrador de algumas a enrascadas e desatenção.

Nas artes cênicas, e mais especificamente, no teatro, o controle e conhecimento de tudo o que está e será preciso para o espetáculo fica no “mapa de palco”.

Mapa de Palco

O mapa de palco é um desenho técnico do palco com a marcação gráfica onde tudo o que deverá estar lá para a apresentação deve ser assinalado. Em alguns casos, existe mapa de palco e mapa de cena, pois que em cenas diferentes haverá recursos e objetos diferentes. As principais marcações que um mapa de palco (espaço cênico) para contação de história deve conter são:

  • Localização dos objetos;
  • Entradas e saídas;
  • Frente e fundo do espaço;
  • Localização de cenários fixos e móveis
Exemplo de um mapa de palco simples para contação de história

Um ponto importante é assinalar onde será a frente e o fundo do palco. Quando não houver fundo, pontos de referência. Isso se deve porque nem sempre é o ator que fica responsável pela disposição dos objetos e recursos sobre o palco. Algumas vezes, a preparação é feita com antecedência enquanto o ator contador de histórias apenas se preocupa em seu aquecimento e concentração. Os auxiliares, contrarregras e amigos podem assumir essa tarefa por diversos motivos, tais como:

  • Falta de tempo devido o narrador chegar quase no horário da apresentação por ter outros compromissos;
  • Ter mais de um evento no mesmo espaço e se tenha um contrarregra geral.

Nesses casos, e outros que possam ocorrer, ter um mapa de palco, de luz e de som ajudarão a tranquilizar o contador de histórias e a produção.

Mapas de som e luz

Obviamente, os mapas de som e luz, que podemos encontrar com o nome de “Rider Técnico” dado ao conjunto geral dos recursos,  vão mostrar onde cada equipamento de som (microfone, pedestal, caixas, tomadas) e que recursos de luz serão usados. Também haverá um mapa para cenas diferentes, roteiros de luz e som de acordo com a marcação do narrador em determinados momentos do espetáculo.

No mapa de luz poderemos anotar de forma geral, o que precisaremos ao longo do espetáculo, sem citar que luz entrará em que momento, apenas para que o técnico de luz prepare e providencie as necessidades do evento. Já no roteiro de luz, explicaremos cena a cena, com marcações nas falas, ou sonoplastia (deixas de texto, ou sonoras) quando cada luz entra e saí e de que forma.

Mapa de Luz – Espetáculo “Deuses” de Ederson Miranda

No mapa de som iremos elencar todo o equipamento necessário e o que irá sobre o palco, assinalando a localização exata de cada um. Assim como na iluminação, um roteiro de som mostrará em que momento cada recurso entrará com as deixas necessárias.

Mapa de som – Alessandro Penezzi

Os mapas fazem parte de uma contação mais elaborada, em que haja tanto a disponibilidade de recursos, a necessidade de usá-los,bem como profissionais disponíveis: técnicos de luz e som; operador de luz e som; contrarregra; produtor artístico, entre outros.

Adaptar os mapas às necessidades de cada contação, espaços e estio do contador fará com que os desenhos sejam mais simples e, na maioria dos casos, sem a necessidade de outros profissionais.


Ao final da aula, mais informações para a criação do plano de uma contação de história. Os detalhes, tais como texto, formato e como enviar para sua avaliação final estarão na “rota de aprendizagem” .(os exercícios, plano de aula e vídeos são exclusivos para alunos do curso.)


O Artigo acima faz parte integral do “Curso de Contação de Histórias” da Cia ArtePalco. Não pode ser reproduzido, copiado, ou utilizado sem prévia autorização.

INSCREVA-SE: Se deseja participar do curso, inscreva-se em aqui.

12 thoughts on “Disposição do Espaço”

  1. A disposição do espaço cênico e de extensão dramática, podem emprestar a sessão maior fluidez a narrativa.
    Mapa de palco: espaço cênico deve conter- localização dos objetos; entradas e saídas; frente e fundo do espaço; localização de cenários fixos e móveis.
    Mapa de som e luz (Rider Técnico): mostra onde cada equipamento de som e que recursos de luz serão usados.
    Adaptar os mapas às necessidades de cada contação.

  2. Importante conhecer o palco, o cenário e a disposição dos objetos que serão utilizados na história, pois assim, haverá mais segurança ao contar a história…Saber a localização das luzes, os equipamentos de som, nos proporciona um ambiente mais seguro para a contação de histórias

  3. TER SEGURANÇA AO CONTAR UMA HISTÓRIA NÃO SE BASEIA SOMENTE EM CONHECÊ-LA MAS TAMBEM EM CONHECER TODO O PALCO, A LOCALIZAÇÃO DE TUDO QUE SERA USADO.
    UM AMBIENTE SEGURO SÓ TRAS BENEFÍCIOS E ISSO É TRANSPASSADO PARA TODOS QUE ASSISTEM.

  4. O bom profissional, antes da sua encenação tem todo um cuidado em conhecer seu espaço. A localização dentro do palco, a utilização dos materiais, são itens que são planejados. Desta forma o ator tem uma maior desenvoltura na sua atuação, sabendo exatamente onde cada material vai estar.

  5. Na contação de histórias,muitos são as observações á serem feitas. A iluminação, os materiais a serem utilizados,o local,o espaço. Conhecer o cenário por completo,além de passar segurança aos ouvintes é muito importante.

  6. É importante conhecer o espaço, pois será o local onde será feito a contação de histórias, o narrador ao planejar e acertar todo o espaço terá sucesso no desenvolvimento da narrativa. Ter o domínio do espaço, conhecer e mapear o espaço cênico trará mais conforto a narrativa, saber onde estão cada coisa, saber os recursos que serão necessários antes , durante e depois ,podendo assim livrar o narrador de acontecer algumas enrascada e desatenção. Por isso é importante todos os cuidados antes, ver o mapa do palco para ver onde estão os objetos, entrada e saída , frente e fundo do espaço, localização de cenários fixos e móveis. Verificar os mapas de som e luz. Toda contação de histórias tem todos os cuidados e toda preparação antes, para que aquele momento da criança seja mágico e de grandes aprendizados.O espaço ele chama muita atenção da criança. A segurança do narrador é muito importante também.

  7. No Teatro o espaço, o controle e o conhecimento de tudo o que está preciso para o espetáculo fica no “mapa de palco” . O mapa de palco deve conter algumas marcações para um desenvolvimento perfeito da contação de história, como localização dos objetos , entrada e saída, frente e fundo do espaço, localização de cenário fixos e móveis. O mapa do palco tem que ser organizado para ter uma maior aproveitamento. Há dois tipos: mapas de som é a parte do conjunto de equipamentos como ( microfone, pedestal, caixas , tomadas) e mapas de luz . Qual luz será usada.

  8. Cada ponto na hora de contar histórias e importante. o espaço precisa ser planejado ou organizado de forma q a criança tenha acesso visual e auditivo …imourtabte p q prenda atenção delas .

  9. Ter um espaço livre para usar e abusar da imaginação na hora de contar uma história é o fundamental, para o bom andamento de uma narrativa disposta a abrir horrizontes. Planeje…

  10. Sabemos que para um contador de história ser bem sucedido naquilo que faz, além de investir no preparo, ele deve levar em consideração o espaço físico para sua apresentação. Ele deve ter domínio do espaço sabendo localização correta dos recursos que serão utilizados, a entrada e saída, bem como onde ficará os cenários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *