G.T. Contador de Histórias

O Grupo Contador de Histórias ArtePalco atua desde 1998 nos palcos de São Paulo, bem como nas principais cidades brasileiras… A Cia já realizou centenas de apresentações, com mais de 300 mil ouvintes ao longo da sua existência. Bem como promoveu projetos e oficinas, sempre com espetáculos lúdicos de narração e teatro de fantoches. Também promove cursos, oficinas e workshop para educadores, pais e artistas cênicos, visando principalmente a formação de novos narradores de histórias.

Somos os contadores de histórias

+ Sobre o G.T. Contador de Histórias

O grupo foi fundado em 1998 por José Robson Santos (JR Santos), juntamente com Danielle Oliveira. Seu objetivo, até então, era a produção profissional de espetáculos e intervenções infantis, artísticas e didáticas. Como JR participava de grupos amadores de teatro, como no caso do TEM (Teatro Experimental ), que dirigiu de 1995 a 2010, foi um movimento natural. Cada contador de histórias da Cia é um artistas independente convidado a participar de propostas de histórias e montagens específicas, de acordo com suas áreas de atuação. Dessa forma, o grupo contador de histórias sempre está em constante aperfeiçoamento e recomposição.

No entanto, alguns artistas estão em permanente contato com a trupe, são fixos em determinados espetáculos, outros são flutuantes, principalmente os músicos que fazem trilhas ao vivo em espetáculos e projetos específicos. Isso que confere ao trabalho continuidade e qualidade artística

Hoje, o G.T. Contador de História ArtePalco se firma com um dos principais expoentes da arte de contar histórias, levando suas contações para espaços culturais, livrarias e escolas no estado de São Paulo e outras capitais brasileiras.

Sala de aula, um laboratório para o contador de histórias

Cia Contadora de Histórias
ESPETÁCULOSCURSOSARTIGOS
Saiba mais sobre as atividades da Cia Contadora de Histórias

Por outro lado, foi através do magistério que os fundadores, Maria Danielle e JR Santos iniciaram o contato com o público infantil. Santos também atuou no SESI (Serviço Social da Indústria) que teve a oportunidade de colocar em prática suas pesquisas sobre a arte de contar histórias para grupos de crianças do ensino infantil, a partir dos seis anos.

Aliado ao gosto de escrever contos, o contador de histórias JR Santos começou aí a jornada através dos sonhos infantis, agregando técnicas de interpretação teatral e de teatro de fantoches, a sua pesquisa de contação de histórias. Fundou, então, em 1998, o G.T. Contador de Histórias ArtePalco.

Contadora de história

Para deixar o mundo mais colorido, as crianças precisam de mais pessoas contadoras e histórias

Por ser o berço da atuação do contador de histórias, as escolas e instituições de ensino, como resultado, tem sido o principal palco das histórias. Através do incentivo à leitura e da difusão da tradição oral, o G.T Contador de Histórias ArtePalco é frequentemente convidado para feiras literárias. Além disso, participa de apresentações de projetos literários, datas comemorativas e para treinamento de educadores. Em seu repertório, o grupo tem contos populares e autorais, com e sem bonecos, para despertar nas crianças a curiosidade e gosto oralidade.

Parceiros do G.T. Contador de Histórias

Sem parcerias a nossa Cia Contadora de Histórias não conseguiria levar a narração de contos e histórias para todos os cantos… Nossos agradecimentos!